Alexandria. Ponte Stanly

O que visitar em Alexandria?

O que visitar em Alexandria?

Alexandria está a 220 km ao norte do Cairo, se situa na região do Delta. Alexandria se pronuncia Al-Askandariyyah em árabe é a segunda cidade mais importante no Egito atual. Alexandria. Possui um total de seis milhões de habitantes sendo, atualmente, a segunda maior cidade do Egito. A história da cidade inicia-se com a conquista de Egito por Alexandre, O Grande, em 332 a.C. Este mandou construir Alexandria na ilha de Rakotis, entre o Mar Mediterrâneo e o lago Mareotis, perto da ilha de Pharos. Alexandria tornou-se o novo porto de comércio entre o Ocidente e o Oriente. O arquiteto Dinócrates elaborou a planta da cidade com ruas que se cruzam perpendicularmente e com um lago em volta da cidade. Na nova cidade, haviam duas vias principais de 30 metros de largura. A cidade era dividida em cinco bairros, sendo o mais importante o bairro real.

Durante o reinado de Ptolomeu I, Alexandria foi elevada à capital. Um dique de 1800 metros foi construído entre a ilha pequena Pharo e o local da vila Rakotis. E desta maneira foram criados dois portos, o Grande Porto no leste e o Porto dos Eunostos no oeste. Durante o reinado de Ptolomeu II, em 280 a.C., o farol de 120 metros de altura, uma das sete maravilhas do mundo, foi construído na ilha de Pharos.

Mais tarde,  a cidade tornou-se um dos centros mais importantes do cristianismo. Em 1800, Alexandria possuía 6000 habitantes.
Em 1828, Mohmed Ali mandou construir o canal de Mahmoudiyah a fim de unir a cidade ao interior. Mandou também dragar os portos. Alexandria tornou-se o centro do comércio do algodão, o que explica a presença de numerosas fabricas tê

Alexandria que permaneceu capital do Egito entre 305 a.C a  622 d.C foi o berço de cultura no mundo e um centro de estudos e ciências, e uma das maiores cidades do mundo e  do  mediterrâneo. A cidade está ligada a outras cidades egípcias por serviços ferroviários, rodoviários e aéreos. Também está ligada por um canal com o Nilo. Transporte dentro da cidade é fornecido pelo serviço do bonde histórico que ainda funciona em uma áreas, bem como existe um sistema de táxis e ônibus. A ligação ferroviária principal para o Cairo foi melhorada várias vezes, e Alexandria é também o terminal para a linha ferroviária que vai para Al-Sallūm na fronteira com a Líbia.

A estrada de deserto Alexandria-Cairo é uma das melhores estradas do Egito que liga a cidade com o Cairo em cerca de 3 horas. Essa estrada alivia a pressão sobre a estrada agrícola através da região do delta, bem como incentivar o desenvolvimento do deserto.  A estrada desértica entre Alexandria e o Cairo também criou na duas margens das estradas muitas fazendas e projetos de pecuária e de criação e cavalo.

O aeroporto de Borg al Arab tem sido uma importante ligação entre a histórica Alexandria e muitos países em todo o Oriente Médio e no Norte da África. Agora, enquanto o Aeroporto Internacional de Alexandria está passando por renovações exaustivas até 2013, o Aeroporto Borg al Arab também serve como o principal ponto de entrada internacional para Alexandria e a região do Delta do Nilo. O aeroporto de Borg Al Arab foi ampliado e renovado em 2010, oferecendo todas as conveniências modernas para turistas e passageiros.

 Lugares e Atrativos em Alexandria

  • O Museu Nacional de Alexandria: se localiza na Rua Fouad (Tariq al-Horreyya), perto do centro da cidade. É um museu elegante que tem crescido muito nos últimos anos, e hoje é considerado um dos melhores museus do Egito. O Museu contém uma coleção fascinante da arte egípcia e a arte alexandrina ao longa das eras.
  • O Museu Greco-romano (MOYXEION): Exibe uma grande coleção de arte, objetos e artefatos que datam de tempos diferentes da história da antiga Alexandria, desde a época grega, atravessando a época romana e termina com a época inicial do cristianismo. A fachada Neoclássica do Museu greco-romano com a inscrição grega MOYXEION (mouseion, “museu”). O Museu tem 27 Salas de exposições, de tamanho diferentes que exibem principalmente estátuas clássicas, urnas, Vasos, manuscritos, frascos, obras em madeira, obras em marfim e sarcófagos, e um jardim atraente. Notável entre as exposições são muitos achados do Templo de Serapis, um santuário importante na antiga cidade.
  • Planetário Science Center: Pertence a Nova Biblioteca de Alexandria, o Planetário Science Center enfoca na física e astronomia. Espetáculos fascinantes sobre constelações Horário: chamada para mais detalhes.
  • Nova Biblioteca de Alexandria: Com a sua forma especial da Nova Biblioteca de Alexandria é considerada a maior do Egito e África. Tem como objetivo recapturar o espírito de abertura e erudição da antiga Biblioteca de Alexandria e foi construída no mesmo lugar da antiga biblioteca. É um complexo enorme e moderno que tem a biblioteca principal com 11 andares, bibliotecas especializadas, Planetário, quatro museus, vários Expos e Galerias permanentes e centro de congressos.
  • As Catacumbas (Cemitério Romano de Kom El Shokafa): uma necrópole que data do século I d.C, escavado na padra até 3 andares subterrâneos. Se localiza no bairro popular de Kom El Shokafa no leste de Alexandria. Aqui o desenho é único. As Catacumbas de Kom El Shokafa mostra modelos da arte helenística com motivos egípcios nativos combinados com unidades e motivos gregos. Veja mais informações sobre a As Catacumbas de Kom El-Shokafa aqui.
  • O Anfiteatro Romano:  conhecido como o teatro Romano de Kom El-Deka. É Um exemplo lindo dos teatros romano a pesar de que o tamanho não é grande. Parece que o teatro sofreu de tantas modificações, desde o século II d.C. Nessa época tinha um auditório grande com 42m de diâmetro.

Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

*