Cientistas e Mestres da Antiga Escola de Alexandria

Antiga Escola de Alexandria

maio 7, 2017
História do Egito
Cientistas e Mestres da Antiga Escola de Alexandria

Antiga Escola de Alexandria

A Antiga Escola de Alexandria era o berço dos saberes e ciências por cerca de 700 anos, principalmente, entre o século III A.C. até o século IV.  A escola de Alexandria foi fundada pelo rei Ptolomeu I graças a ajuda de Demétrius Alvalery, cuja coleção fez o núcleo da biblioteca. A coleção cresceu e poucos anos depois a biblioteca conseguiu ter cerca de um milhão de livros e setecentos mil papiros. Foi considerada a segunda escola ou universidade após da Universidades de Heliópolis conhecida na língua egípcia antiga pelo nome Oun. Durante essa época, muitos trabalhos acadêmicos foram coletados na grande Biblioteca de Alexandria. Muitas poesias épicas, assim como trabalhos sobre geografia, história, matemática, astronomia e medicina foram compostas durante este período.

Na filosofia, a escola de Alexandria foi conhecida também como a Escola Neo platônica de Alexandria.

A Escola ou a antiga Universidade de Alexandria contem distintos departamentos: Botânica, zoologia, embriologia, medicina experimental, anatomia comparativa, fisiologia, como havia departamentos de filosofia, astronomia, teologia e teatro.

Alunos Ilustres

A Antiga Escola de Alexandria formou muitos cientistas e estudiosos, entre eles: o famoso Euclides, que foi um professor, matemático platônico e escritor, considerado “Pai da Geometria”. Além de sua principal obra, Os Elementos, Euclides também escreveu sobre perspectivas, seções cônicas, geometria esférica, teoria dos números e rigor.

Amónio o Egípcio conhecido também como Amônio Sacas, no século II, o filósofo neoplatónico defendeu com entusiasmo que o cristianismo e o paganismo não diferiam em pontos essenciais. De acordo com a tradição, foi Amônio de Alexandria quem produziu o Neo platonismo na Alexandria. Entre seus discípulos estão Orígenes, o pagão, Orígenes pai da igreja, Longino – o mais famoso crítico estético e filósofo da época – e Plotino.

Sosígenes de Alexandria, o astrônomo e filósofo, conhecido por seu papel na reforma do calendário romano, conhecido como o calendário cesariano (45 A.C). De acordo com cálculos do astrônomo Sosígenes, foi descoberta a existência de 6 horas que foram acrescentadas ao calendário solar.

Também se destaca o filólogo famoso Aristarco de Samotracia, quinto Diretor da Antiga Biblioteca de Alexandria (217-143 a. C.)

Mas Filão de Alexandria, foi um dos filósofos mais renomeados do judaísmo durante o período helenístico, O pensamento de filão harmoniza a filosofia pagã e o judaísmo, que intenta harmonizar com o método alegórico.

Entre os destacados filósofos da Escola alexandrina: Hipatia, Sinesio de Cirene, Olimpiodoro o Jovem, Hércules de Alexandria e Hermeia de Alexandria. Também é importante destacar Amônio de Hermia, João Filopono, Asclépio o Jovem, Alexandre de Licópolis, Estefan de Alexandria, Asclepiodoto de Alexandria, Nemesio e João Lidos.

Recent Posts

Olá! Fale Conosco pelo Whatsapp Agora!